O guia definitivo de como comprar sapatos

Comprar um bom par de sapatos é como aquela maratona para escolher um carro: Você deve ter uma boa idéia do que quer antes de entrar na loja e precisa voltar para casa com algo que continue sendo ideal por pelo menos alguns anos. Para te ajudar definitivamente nessa empreitada, preparamos um Guia Definitivo de Como Comprar Sapatos, para que você possa escolher o sapato que melhor se ajusta ao seu pé.

 1. Experimente. SEMPRE

Você ficaria surpreso em saber a quantidade de caras que acabam saindo da loja com um tamanho menor ou maior do que seus pés, por pura preguiça de experimentar com mais critério. Confie em mim: Os sapatos devem encaixar-se bem no momento da compra, nada de levar pra casa um par mais justo na esperança de que ele “ceda”. E isso vale para todos os tipos de sapatos, desde tênis até botas. É, portanto, uma boa idéia dar-se ao trabalho de experimentar cada vez que você compra um par de sapatos ou tênis. Além de os tamanhos variarem de uma marca para outra, os modelos também podem exigir numerações diferentes. Só porque seu tênis de corrida é 43 não quer dizer que aquele mocassim em que você anda de olho vai obedecer a regra. Experimente, experimente.

Ah! Não se esqueça de que os pés tendem a inchar ligeiramente ao longo do dia, então, o melhor horário para comprar sapatos é no final do dia. Lembre-se de levar com você as meias que serão usadas com ele, principalmente em se tratando de tênis. Assim, você terá na hora da compra as mesmas condições a que submeterá seus novos pisantes no futuro, assegurando que eles sejam confortáveis enquanto durarem.

2. Compras on-line

Vai comprar on-line? Então, um bom truque é tentar encontrar um modelo de sapato bem próximo ao que você está interessado em uma loja física e experimentá-lo (de novo!) para assegurar-se da numeração. Caso você já tenha experiência anterior com a marca de quem está comprando, não há necessidade de se preocupar em experimentar. Em todo caso, a maioria dos varejistas on-line oferecem reembolsos totais.

3. Saiba suas medidas

Além de definir melhor a sua numeração, saber a medida dos seus pés fará com que as compras online fiquem bem mais fáceis e você terá uma boa noção na hora de variar as marcas que compra normalmente. É bem fácil:

– Coloque uma folha de papel no chão e apoie o seu pé sobre o papel;
– Trace o contorno com a ajuda de um lápis ou caneta;
– Com uma régia, desenhe linhas paralelas para marcar os pontos externos (comprimento e largura) do seu pé;
– Meça, deixando uma folga;
– Faça o mesmo com o outro pé e utilize aquele com as medidas maiores para encontrar seu tamanho.

Lembre-se de fazer esse processo a noite, para levar em conta o inchaço dos pés, como mencionado no item 1.

LEIA TAMBÉM:  7 dicas para prolongar a vida do seu sapato social

guia-sapatos-2

Nesse link aqui você encontra um quadro de medidas para imprimir, e aqui abaixo, uma tabela com numerações de sapatos em alguns países, além das medidas em centímetros.

guia-sapato-4

4. Calce os dois pares dos sapatos

Nossos pés tendem a ter tamanhos diferentes entre si, portanto, é importante calçar os dois pares e caminhar pela loja, que certamente foi projetada com um piso especialmente para isso. Lembre-se da analogia do carro: ninguém fica no banco do motorista, ajusta os espelhos e diz: “Vou levá-lo!”, antes de uma boa volta no quarteirão.

5. Checando o ajuste

Um ajuste perfeito é aquele em que o calcanhar e os dedos cabem confortavelmente nos sapatos, sem causar desconforto. Para checar:

Calcanhar: passe o dedo indicador entre o sapato e seu calcanhar. O tamanho perfeito permite que seu dedo deslize entre eles com pouco esforço. Se o dedo não couber, é sinal de que os sapatos são muito apertados. E se sobrar espaço entre eles, é a prova de que a numeração está muito grande.

Peito do pé: considere a altura do seu pé. A distância horizontal entre os ilhóses do sapato não deve ser muito grande, caso contrário a lingueta ficará muito exposta. Se for esse o caso, é sinal de que o sapato não acomoda a altura do seu pé. Por falar em lingueta, ela deve apoiar-se levemente no topo do seu pé, sem exercer pressão sobre ele.

guia-sapatos-1

No arco do pé: fique atento a curvatura do sapato, que não deve pressionar a curva natural do seu pé e nem distanciar-se demais dela. O ideal é que a sola do seu pé repouse sobre o arco do sapato.

Dedos: devem mexer-se confortavelmente. Para checar, coloque o dedo polegar da mão na horizontal, no bico do sapato. A distância entre a extremidade dos dedos do pé e a borda do sapato deve ser igual a largura do seu dedo polegar. Sua mãe provavelmente usou essa “regra de ouro” para comprar seus sapatos na infância. Lembra? Pois é, ela ainda funciona!

6. Escolha bem suas meias

Dependendo do tipo de sapato que vocês estiver comprando, será indispensável escolher também um bom par de meias. Elas são classificadas em três categorias: sociais, casuais e esportivas.

Sociais: são geralmente feitas de seda, cashmere ou variantes finas de algodão e lã, e podem ter uma cartela de cores bem variada, que vai do preto ao bege claro, passando pelo marrom e azul marinho.
Casuais: fabricadas a partir de algodão e lã, estão disponíveis em uma ampla variedade de cores, padrões e espessuras;
Esportivas: feitas de algodão, são bem mais grossas que as anteriores. Geralmente estão disponíveis nas cores cinza, preto ou branco e devem ser usadas única e exclusivamente com tênis esportivo, na academia.

guia-sapato-3

Meias sociais são mais finas, geralmente feitas de seda.

Seja qual for a sua escolha, é importante lembrar que mantê-las limpas não é apenas fundamental para fugir de fungos, vírus e outras bactérias, mas também contribui para a conservação do seu sapato e para a prevenção de odores desagradáveis.

assinatura-sergio's

Marcia Rocha

Sou consultora especializada em moda masculina, produtora e apaixonada por tudo o que está relacionado ao guarda-roupas de homens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *