Afinal de contas, o que é Consultoria de Imagem?

Ninguém duvida de que uma boa aparência move montanhas e pode nos colocar mais perto daquela promoção no trabalho do que a gente imagina. Você já deve ter se perguntado como funcionam essas mudanças de estilo, né? Todas semana recebo emails perguntando se trabalho como o pessoal do “Esquadrão da Moda”, jogando tudo fora e forçando as pessoas a aderirem a uma imagem que tá na cara que não é delas… Pensando nisso, fiz esse post com 13 questões sobre Consultoria de Imagem, para você tirar as dúvidas ou quem sabe dar o primeiro passo em direção aquela mudança que tanto planeja e que nunca sai do papel.

    

1. O que é e como funciona a Consultoria de Imagem?

Antes de tudo, a Consultoria de Imagem é um processo de auto-conhecimento e entendimento da sua imagem. Nada tem a ver com os gostos do profissional contratado para lhe guiar através do processo, mas sim com as suas características físicas, com aquilo de que você gosta, com o seu cotidiano. Por meio da Consultoria de Imagem, a gente aprende a utilizar os códigos de aparência e do comportamento de modo a destacar seus pontos fortes, valorizar seu tipo físico e a mensagem que você deseja transmitir às outras pessoas.

2. É a mesma coisa que Personal Styling?

Não. Embora o Personal Stylist também trabalhe as características físicas do cliente, esse profissional é contratado para vestir uma pessoa para um evento específico. Por exemplo: um casamento ou uma apresentação artística.

3. Esse serviço é indicado para quem?

Para qualquer pessoa que queira adequar sua imagem à mensagem que deseja transmitir, a quem busca otimizar o guarda-roupas, ou pessoas que passaram ou estão passando por uma mudança de vida, como uma promoção, o fim de um relacionamento, perda de peso.. Na verdade, não há regras. A gente não aprende a vestir o corpo que tem, a se preocupar com a imagem. Homens são vestidos pelas mães, passam a ser vestidos pelas namoradas e depois pelas esposas. Dificilmente um cara é livre e se preocupa com a aparência espontaneamente. É mais comum do que se pode imaginar vestir roupas um número ou dois a mais, por exemplo.

4. Quantas etapas são?

Começa com uma entrevista em que são investigadas as inclinações de estilo, depois há a análise de tipo corporal da coloração de pele, a edição do guarda-roupas, planejamento de compras e a montagem de looks que servem de base para futuras produções. Mas isso depende do profissional contratado.

5. Vou ter que jogar todo o meu guarda-roupas fora?

De jeito nenhum. Tenho imenso respeito pela roupa, por cada peça. É meu ofício valorizar tudo o que puder e levar em consideração todos os ajustes que possam ser realizados de modo a elevar essa peça a um outro nível e, desse modo, mantê-la, economizando novas aquisições. As roupas descartadas são aquelas que não se encaixam nessa nova proposta, ou que estão desgastadas… Tudo é realizado com o seu consentimento.

6. Vou ter que comprar roupa?

Normalmente, graças ao descarte de algumas peças, a gente vê a necessidade de reposição, para que o guarda-roupa seja versátil e possa lhe servir mais e melhor. Isso não tem nada a ver com roupas de marca ou peças caras. Aprender a comprar menos e melhor é um dos objetivos da minha consultoria de imagem.

7. Custa caro?

O serviço é personalizado e normalmente é cobrado por hora, que pode variar entre R$ 180 e R$ 350 reais, dependendo do nível e da demanda do profissional.

8. Mas eu não gosto de moda. Vou ter que usar roupa que está na moda?

Não. O consultor de imagem é diferente do consultor de moda, que adapta o seu corpo às tendências da moda. Invariavelmente uma volta pelo shopping vai significar um encontro com aquilo que “é tendência”. Mas lembre-se de que na Consultoria de Imagem tudo é realizado em função de você e não do que está ou não na moda.

  

9. Quanto tempo demora?

Depende do profissional, mas o meu processo normalmente demanda cerca de cinco encontros.

10. Quando acabar, vou conseguir me virar sozinho?

Certamente. O ideal é que você encare tudo como um processo que depende de exercício diário, do seu esforço em educar o olhar e experimentar. Experimentar, sempre, olhar em volta.

11. Vou precisar de “manutenção”? De quanto em quanto tempo?

Isso quem decide é você! Quando a vida muda, a gente muda junto com ela e talvez você sinta a necessidade de procurar ajuda para essa mudança. Mas pense nisso como um investimento sem igual, na maneira como você se apresenta.

12. O Consultor de Imagem cuida só da roupa ou pode ser contratado para aulas de etiqueta, por exemplo?

Dependendo do profissional, sim! Aqui trabalho com essa possibilidade, demanda bem comum entre os grande empresários.

13. Como posso escolher um consultor?

O ideal é procurar por um profissional que tenha formação em moda ou em consultoria de imagem e que seja comprometido com a profissão. No meu caso, tenho as duas formações, o que me dá um amplo conhecimento de causa e uma bagagem que pode te servir mais e melhor. É um investimento que deve ser tratado com seriedade e profissionalismo. Quer saber mais? Manda email!  [email protected]

*As imagens utilizadas nesse post são transformações reais realizadas por mim.  
 
 

 

Comente

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.